O Mundo Do Contra

Nunca tinha lido Turma da Monica Jovem, comprei as ediçoes 29 e 30 a título de pesquisa… A Maurício de Souza Produções está com testes abertos para desenhistas, roteiristas e arte-finalistas, mas isso é outra história…

Voltando ao Mangá do Maurício (pois apesar da tentativa, eu reconheço nessas páginas 80% de Mauricio e 20% do que é mangá – e isso nao tira nenhum brilho da revista!) É uma história protagonizada pelo Do Contra, de 2 ediçoes.

Comecei  e comecei bem. Muito bem, posso dizer.

O roteiro com esse personagem é algo fora do comum (sempre foi, desde o surgimento dele na turminha). Agora com uma linguagem mais “livre”, o Do Contra explora pensamentos que vão além na verdade de apenas negar a tudo e remar contra a maré. Ele efetivamente cria isso como filosofia e se confronta com a dialética de suas escolhas. Entretanto sempre mantém suas convicções.

Como toda excelente idéia, a estória no fim parece simples, mas o desenrolar, com seus diálogos e caminhos são de tirar o chapéu e dão uma sensação de que acabara de fazer uma leitura tão excelente, que foi quase um êxtase.

É difícil comparar, e pode até ser exagero da minha parte, mas ao final dessa estória, me senti mais ou menos como no final do livro “O Mundo de Sofia” de Jostein Gaarder. Pelo fato de que meus horizontes se estenderam um pouco mais. Houve ganho de novas perspectivas, novas maneiras de olhar o mundo. De fato, o livro de Gaarder explora e desperta com muito mais eficiencia, enquanto que o mangá não chega com tanta força assim – mas certamente o faz. E imagino que com diferentes intensidades, de modo que, assim como o Do Contra, tem força inversamente proporcional: quanto menos mente aberta, mais efeito a estória fará.

Recomendado a todos os fãs de quadrinhos. Definitivamente.

Anúncios

06 – Photoshop: Cindy

Este é um rascunho que acabou virando a arte principal, com minha principal personagem: a Cindy. A agente secreta que figura meus livros (a venda! :D).

Dessa vez tentei abandonar o traço mangá, na qual ela foi criada. Não que eu nao goste mais de mangá, ainda adoro e admiro os traços japoneses, mas pelo fato que ao longo dos anos, desde que eu aprendi a desenhar neste estilo, meu traço mangá veio se estilizando de tal modo que já não o considero mais como tal.

Fora ainda a razão da minha evidente maior proximidade com quadrinhos ocidentais, o manga nao “permite” a forma como eu tendo a desenhar. Aprendi um bocado e graças ao mangá posso dizer que tenho meu estilo de desenho.

Fica parecendo uma despedida, e meio que é… Desenhar a Cindy, que por essência era mangá, em um formato HQ ocidental é mais um marco na minha trajetória no desenho. A Absorção do traço mangá definitivamente pelas minhas veias e que se dilui com minhas impressões do traço ocidental de fazer HQ. Meu próprio Renascimento.

O Traço mangá definitivamente não sumiu, mas se incorporou ao meu modo de desenhar, como bem disse…

E não prometo nada (ainda) mas tenho aspirações para uma Graphic Novel (se é que posso, pretenciosamente, chamar assim) sobre ela, baseado no livro O Centro. Seria uma empreitada fenomenal para mim, pois todos conhecemos as dificuldades da vida cotidiana e muitos sofremos da doença falta de tempo. Mas é algo que desejo fazer. Quem sabe saia em método Jack the Ripper: Por partes. Como uma mini série, que se completará plenamente no final. No mais, aguardem (sentados):D.

Até outra.

05 – Photoshop: Chapolin 2

Bem… não só terminei o desenho como fiz mais. Vou postar o wall paper (1280×1024) com meu remake do Chapolin. Espero que gostem.

Outras resoluções? Postem aí nos comentários…

Chapolin Wallpaper

Chapolin Wallpaper

05 – Photoshop: Chapolin

Acho que as reexibições do Chaves e do Chapolin no Cartoon Network deram um novo gás à já eternizada série, quem nunca assistiu? Difícil encontrar quem nao se lembre ou nao conheça…

Não sei se terei tempo pra concluir como imaginei, maaas… caso alguém queira ver, comentem aew que eu dou acabamento ao desenho ^^

Por enquanto, só o rascunho:

Chapolin_rascunho

Chapolin_rascunho

04 – Photoshop: Mulher Maravilha

Na volta da minha antiga febre por quadrinhos, voltou também a velha pratica de desenhar super heróis (naturalmente).

Eis que depois de assisitir ao filme animado, me inspirei a fazer a Mulher Maravilha. Nunca a tinha desenhado antes! O resultado até que não foi mau.

HQ – Curiosidade Médica

Após uma busca no Scribd, me deparei com esse roteiro de Marcio Massula Jr (blog do autor: http://urobouro.blogspot.com/). De imediato me identifiquei com a forma e o conteúdo, era o tipo da coisa que eu costumo ler, ou mesmo escrever. E eu, de férias, resolvi desenha-lo, era curto mas interessante, e por 3 dias mergulhei nos desenhos durante as madrugadas (único horário que disponho pra isso, mesmo de férias :D).

Foi feito a bico de pena e nanquim. Digitalizei e adicionei os balões. Espero que gostem!

PDF de Passeio pelo Beco

Enfim, saiu!

AQUI está o link pra download do PDF da HQ do Passeio Pelo Beco. Agora é possível ler em outos lugares ^^.

Até a próxima.